Leitores ao redor do Mundo

terça-feira, 2 de abril de 2019

O Caso da Escola Ariel - Extraterrestres




Tudo bem que a imaginação das crianças não tem limites. Porém, imagine 62 delas afirmarem em conjunto que viram um alienígena. Pois esse foi um fato que supostamente teria acontecido há 19 anos.
Em 1994, esse grupo de crianças de uma escola particular na cidade de Ruwa, no Zimbábue, afirmou ter visto três bolas de prata voando no céu. Segundo a história contada por elas, os objetos não identificados desapareceram logo depois em um flash brilhante e foram vistos instantaneamente em outro espaço celeste.
De acordo com os relatos, isso aconteceu mais duas vezes até que um dos objetos começou a descer em direção ao chão. Quando ele pousou, as crianças relataram ter visto um ser sair da “nave”, andar um pouco e, em seguida, ir embora rapidamente.

Como uma mentira teria tantos detalhes?

Essa é uma boa pergunta, visto que foram muitas crianças que disseram ter presenciado as mesmas cenas. Segundo as informações sobre esse dia, 16 de setembro de 1994, 62 crianças estavam brincando em um pátio da Escola Ariel. No entanto, a diversão foi logo interrompida quando viram três esferas de prata voando acima delas, desaparecendo em um clarão e aparecendo novamente em outro lugar.
Depois de repetir este processo um total de três vezes, a nave desceu e pousou a cerca de 100 metros de onde as crianças estavam brincando, em uma área arborizada cercada, onde as crianças não tinham permissão para brincar.
Logo depois, um pequeno ser, com cerca de 90 centímetros de altura, surgiu saindo do objeto e começou a caminhar ao redor da área cercada, ficando bem próximo da nave. Depois de um tempo, o humanoide se tornou consciente de seus observadores e desapareceu em seguida, indo embora velozmente com o objeto de transporte.
Algumas descrições das crianças variam, mas a maioria coincide. As crianças foram todas entrevistadas pelo professor de Harvard, John Mack, e cerca de 40 delas foram convidadas a desenhar o que viram. A maioria descreveu um homem com olhos grandes e negros (em forma de bolas de futebol americano), com um pescoço magro, pele pálida e longos cabelos pretos, vestindo um traje escuro.

Relatos e dúvidas

Uma menina disse corajosamente: “Eu juro por todos os cabelos na minha cabeça e toda a Bíblia que eu estou dizendo a verdade”. Quando perguntadas sobre o que teria motivado a visita do ser extraterrestre, as crianças tinham diferentes respostas. Algumas acreditavam que foi devido a um incidente iminente no futuro, enquanto outras achavam que era um sinal de que o fim do mundo estava próximo.

domingo, 14 de junho de 2015

A Conspiração John Lennon


John Lennon nasceu em Outubro de 1940, na cidade de Liverpool, Inglaterra. Alcançou a fama mundial na banda de maior sucesso de todos os tempos, os Beatles, e junto com Paul McCartney, formou talvez o que seria a melhor dupla de compositores da história. Com o fim dos Beatles em 1970, Lennon seguiu sua meteórica carreira solo nos anos 70, onde tornou-se o ativista anti-guerra mais perigoso dos Estados Unidos.
Lennon lançou sucessos como Imagine, Give Peace a Chance, Happy Xmas (War is Over), Mind Games e muitas outras, uma grande maioria fazendo um apelo pela paz, na Guerra do Vietnã, que teve seu fim em 1975.
Na noite de 8 de dezembro de 1980, quando voltava para o apartamento onde morava em Nova Iorque, no edifício Dakota, em frente ao Central Park, John foi abordado por um rapaz que durante o dia havia lhe pedido um autógrafo em um LP Double Fantasy em frente ao Dakota. 
O rapaz, chamado Mark David Chapman, um fã dos Beatles e de John, disparou 5 tiros com revólver calibre 38, os quais 4 acertaram em John Lennon. A polícia chegou minutos depois e levou John na própria viatura para o hospital. O assassino permaneceu no local com um livro nas mãos, "O Apanhador no Campo de Centeio" de J.D. Salinger. 
John morreu após perder cerca de 80% de seu sangue, aos quarenta anos de idade. Logo após a notícia da morte de John Lennon, que correu o mundo, uma multidão se juntou em frente ao Dakota, com velas e cantando canções de John e dos Beatles. O corpo de John foi cremado no Cemitério de Ferncliff, em Hartsdale, cidade do estado de Nova Iorque, e suas cinzas foram guardadas por Yoko Ono.

A conspiração

Tudo começou em 1971, quando Lennon realizou o concerto Free John Now Rally, pela libertação do poeta e ativista político americano John Sinclair, preso por porte de maconha. Até 1976, a vida do roqueiro foi investigada por espiões e grampos telefônicos, virando um dossiê de 300 páginas. 
O FBI e a CIA julgavam Lennon um radical muito perigoso, porque o astro sabia se comunicar com milhões de jovens, através de suas músicas e apresentações. Qualquer ideia subversiva seria facilmente aceita pela juventude norte-americana.
O governo precisava detê-lo de qualquer forma, pois estava em jogo a segurança da nação. Segundo Bresler, a solução encontrada foi a mesma já destinada a Martin Luther King e outros líderes populares do país: o extermínio. 
Entretanto, no ano de 1976, os republicanos perderam as eleições presidenciais para os democratas. O novo presidente, Jimmy Carter, "protegeu" Lennon da polícia federal e do serviço secreto e deram a John o green card. Lennon decidiu fazer um retiro profissional, sob a alegação de acompanhar o crescimento de Sean, seu segundo filho, o primeiro com Yoko Ono. Foram anos de paz, nos quais ele e a família puderam viver em segurança nos Estados Unidos.
Esses anos de paz foram seus últimos de vida. Nas novas eleições no começo da nova década, os republicanos venceram a guerra e retornaram ao poder. Nessa mesma época, Lennon lançava o álbum Double Fantasy, que estourou nas paradas de sucesso. Então, o recém-eleito presidente resolveu iniciar seu mandato sem o temido ativista.
William Casey, administrador da campanha vitoriosa de Ronald Reagan, nos anos seguintes se tornaria um dos mais poderosos chefes da CIA. Ele tinha carta branca para assassinar John Lennon antes do final de 1980. 
O assassino, Mark Chapman, já estava sendo preparado pelo programa de controle mental do serviço secreto americano. Ele viajaria do Havaí para Nova York, procuraria a vítima e mataria Lennon a sangue frio, à frente de testemunhas (Yoko Ono e o porteiro do Dakota) que, posteriormente, o identificariam como o criminoso. 
Não há dúvidas que Chapman disparou os 5 tiros mirando a morte de John. Mas a contradição afirma que não foi ele quem projetou o assassinato. Chapman foi condenado pela Justiça estadunidense alegando que ele buscava seus 15 minutos de fama, e obviamente, conseguiu, não só 15 minutos, mas muitos anos.
Entretanto, o detetive Arthur O’Connor, a primeira pessoa a conversar reservadamente com o assassino, afirmou que a acusação não fazia sentido, pois Chapman sempre evitou a imprensa. Por que alguém em busca da fama se negaria a dar entrevistas? 
Vários meses após o acontecido, Chapman afirmou que matara Lennon para promover a leitura do livro O Apanhador no Campo de Centeio, já mencionado acima. Antes de ser preso, nunca tinha comentado com amigos sobre a obra do escritor americano.
Na prisão, Chapman declarou à BBC: “Ele (Lennon) passou por mim e então ouvi na minha cabeça, ‘faça, faça, faça’. Não me lembro de mirar. Apenas puxei o gatilho com força, cinco vezes”. Que vozes eram essas? Chapman não tinha passado de maluco.  Pelo contrário, ele tinha uma vida social normal e era um excelente monitor em acampamentos de meninos. Será que alguém estaria controlando a mente de Mark Chapman?
David Shayler, ex-agente do MI5, afirmou que os governos britânico e americano trocaram informações sobre a suposta doação de 75 mil libras do músico ao IRA, grupo de terrorismo irlandês. Sob suspeita de apoiar e patrocinar os terroristas irlandeses, Lennon precisava ser eliminado. 
Yoko Ono, negou a ligação do marido com o IRA e lembrou que ele defendia os direitos civis e de paz. Entretanto, os arquivos existem e estavam classificados pelo FBI como de “segurança nacional”. Isso prova que o garoto de Liverpool era investigado de perto pelas inteligências americana e britânica no início dos anos 70. 
E você, leitor? Acredita que o governo dos Estados Unidos mandaram matar John Lennon? Mostre sua opinião, não deixe de tomar a pílula vermelha!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Morte de Bin Laden: Queima de Arquivo dos soldados da missão



Um mistério ronda o destino dos homens envolvidos na caçada ao terrorista mais procurado pelos EUA. Mais de 20 soldados dos SEAL (unidade de operações especiais da Marinha dos EUA) que participaram da missão se suicidaram ou morreram em combate em outras missões no Afeganistão.
As mortes cobrem mais da metade da equipe que encontrou e matou o terrorista saudita em Abbottabad, no Paquistão, em 2 de maio de 2011. Entre os mortos está Job Price (foto), de 42 anos, comandante da missão. Ele teria cometido suicídio em 22 de dezembro de 2012.
Antes disso, em 6 de agosto de 2011, um acidente de helicóptero matou 20 dos soldados participantes da missão. O portal MSNBC trocou o texto da notícia sobre o acidente, negando que os soldados tenham participado da captura e morte de Bin Laden.
O jornal britânico Guardian e alguns blogs americanos noticiaram as mortes e notaram que elas aconteceram justamente com os soldados da unidade 6 dos SEAL. As Forças Armadas americanas abriram uma investigação para apurar a circunstância das mortes. Será apenas acidente ou queima de arquivo?
Via Yahoo

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

A CONSPIRAÇÃO 11 DE SETEMBRO



Existem várias teorias conspiratórias envolvendo os múltiplos atentados terroristas nos Estados Unidos em 11 de setembro de 2001. Segundo a deputada americana Cynthia McKinney, do Partido Democrata, o presidente George W. Bush sabia antecipadamente dos ataques. Sabia e não fez nada. McKinney diz que a administração Bush precisava lançar os Estados Unidos numa nova guerra para beneficiar um certo Carlyle Group, firma de investimento baseada em Washington. George Bush pai, é um dos conselheiros da empresa, que também conta com vários ex-militares linha dura na mesa diretiva. O Carlyle Group teria investido muita grana na indústria bélica, e uma nova guerra era tudo que eles precisavam para turbinar os lucros. Representantes do Carlyle Group reagiram com bom humor às acusações da deputada: "Ela disse isso em ROSWELL, Novo México?", perguntou o assessor de imprensa Chris Ullman em abril de 2002, quando a denúncia foi feita.
O tom irônico não inibiu o surgimento de várias outras teorias conspiratórias. Uma delas, divulgada pela internet, afirma que o Pentágono não foi atingido por um Boeing 757, mas sim por um carro-bomba. O autor francês THIERRY MEYSSAN foi ainda mais longe no livro L'Effroyable Imposture . Ele diz que os aviões que se chocaram contra o World Trade Center eram pilotados por controle remoto e que o Pentágono foi, na realidade, atingido por um míssil americano. Outra teoria popular é que o vôo 93 da United Airlines, oficialmente derrubado pelos próprios passageiros na Pennsilvânia, foi, na verdade, abatido por caças americanos.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

CONSPIRAÇÃO COPA LIBERTADORES 2012




DIVULGADO O ESCÂNDALO QUE TODO MUNDO SUSPEITAVA ! Talvez, isso explique a razão do jogador Riquelme ter declarado a seguinte frase: '"Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Libertadores de 2012, ficariam enojadas!". Todos os anti-corinthianos ficaram chocados e tristes por assistir a maneira como o Boca perdeu a Libertadores. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e a VEJA e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos. Fato comprovado: O Boca VENDEU a Copa Libertadores para o Corinthias. Os jogadores titulares do Boca foram avisados, às 13:00 do dia 04 de Julho (dia do jogo final), em uma reunião envolvendo o Sr. Daniel Angelici (na única vez que o pr esidente do BOCA compareceu a uma preleção do time), o Técnico Julio César Falcioni, e o Sr. Chris Kypriotis, diretor geral da Nike do Brasil. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o sétimo titulo do campeonato Sulamericano por uma viagem para assistir a copa do mundo no Brasil. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$140.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$800.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 46.000.000,00 quarenta e seis milhões de dólares) através da empresa Nike. Além disso, os jogadores que aceitassem o contrato com a empresa Nike nos próximos 4 anos teriam as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o Cristiano Ronaldo, Xavi da Espanha, Messi da própria Argentina e Neymar, do Brasi l. Mesmo assim, Roncaglia se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Daniel Angelici a escalar o jogador Viatri, dizendo que Roncaglia estava com problemas no joelho esquerdo (em primeira notícia divulgada às 08:47 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o prognóstico associando o fato a venda para FIORENTINA). Assim, combinou-se que o Boca seria derrotado durante a prorrogação, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que o Corinthians, marcasse, em duas falhas simples do time argentino. Porque será que o Maradona NÃO VEIO ao Brasil, para apoiar o time com toda a sua euforia???

sexta-feira, 30 de março de 2012

UNICAMP - A NOSSA ÁREA 51



A universidade pública localizada em Campinas foi criada em 1966 e é mantida até hoje pelo governo do Estado de São Paulo. Como várias outras instituições de ensino bra­sileiras, a escola tem poucos vínculos com a comunidade local. Isso transformou a Unicamp num depositário de len­das urbanas e a envolveu em pelo menos duas teorias conspiratórias.
Segundo ufólogos brasileiros, existe um laboratório sub­terrâneo secreto na universidade - localizado debaixo do Instituto de Biologia - onde várias criaturas estranhas esta­riam aprisionadas. Os tais alienígenas capturados em VARGINHA estão todos Iá, assim como os CHUPACABRAS abatidos pelo interior do País. A Unicamp seria, portanto, uma espécie de ÁREA 51 tupiniquim. A universidade desmente tudo, é claro, o que só confirma as suspeitas dos conspirólogos. Mas a teoria conspiratória, falsa ou verda­deira, acaba reveIando uma triste verdade: enquanto não houver uma integração maior entre escola e comunidade, as universidades brasileiras continuarão abrigando ET’s.

quinta-feira, 15 de março de 2012

A Conspiração Keanu Reeves: Seria ele IMORTAL?





Essa história toda começou há um tempo. no inicio de 2008. quando os internautas começaram a ficar intrigados com o visual "etemamente jovem' de Keanu Reeves. O "escolhido' simplesmente não envelhecia. E as comparações de suas fotos logo começaram a surgir.

Logicamente, alguém mais cético alegou que isso era fruto de sua genética e o boato perdeu seu valor. 
Até que, um intemauta encontrou em uma dessas revistas que falam sobre celebridades americanas. a foto de um quadro que está em uma das casas de Reeves e o fuzue começou novamente.
Em um dos cômodos, existe um quadro de Paul Mounet, um artista de origem libanesa (assim como Keanu) que morreu em 1875 em uma morte misteriosa e seu corpo nunca foi encontrado. 
Ok, e o que isso tem demais? 
Nada. 
A não ser o fato de que Reeves é muito semelhante ao ator. Praticamente identico.

E não foi só isso. Em outra casa do possivel imortal foi encontrado uma cópiade Parmigianino. intitulada "ritratto virile"(traduzindo para portugués, “Retrato de um Homem'). Segundo estudiosos. essa pintura é um auto-retrato do pintor. Curiosamente em 1527, Parmigianino se instalou em Bolonha e posteriormente em Parma, onde passou os últimos anos de sua vida atormentado pelos constantes requerimentos do capitulo da igreja de Steccata, que exigia-lhe a conclusão dos afrescos que lhe haviam sido encomendados em 1531.


Encarcerado por conta das dividas, conseguiu fugir para Casalmaggiore. Ali, enquanto tratava de resolver seus problemas, decidiu colocar em prática o seu conhecimento na alquimia e dizem que morreu por causa disso. aos 37 anos. Para os desinformados, o principal objetivo de um alquimista era encontrar uma maneira de fazer a Pedra Filosofal, que tem entre suas utilidades a produção do Elixir da Longa Vida, que concede ao usuário, a imortalidade.


A confusão estava amada. A história é comentada em vários forúns até hoje.
Alguns intemautas que discutiam o caso em um dos forúns americanos. 
Levantaram a hipótese que os filmes de Reeves poderiam ser uma pista da sua essência supra-humana: Buda, Advogado do Diabo, Drácula de Bram Stoker, Constantine. O dia que a Terra parou, Matrix. Bill & Ted - Os viajantes do tempo e Johnny Mnemonic.


Para piorar a situação dizem que essa não é a origem da entidade na história. 
Reeves haveria nascido muito antes e Parrnigianino seria a sua quarta versão conhecida (em outras palavras, disfarce).
A pergunta que fica é: supondo que seja ele mesmo todas essas entidades históricas, o que seria Keanu Reeves? 
Um vampiro? Um alquimista de sucesso? Um extraterreste? Um viajante do tempo? 
E por que diabos ele teria a brilhante idéia de aparecer logo no meio mais divulgado pelo mundo, o cinema de Holywood?





quarta-feira, 14 de março de 2012

EUA aguarda catástrofe de proporções bíblicas - APOCALIPSE ZUMBI?


A FEMA é uma das mais poderosas organizações dos EUA, possui maiores poderes do que o próprio presidente dos EUA. Ela é responsável pelas emergências como grandes cataclismos, guerras nucleares e outros. Seu poder chega aos extremos como: suspender leis, controlar e capturar meios de comunicação, movimentar populações, confiscar propriedades, suspender a Constituição de direitos dos EUA.
O governo dos EUA está se preparando para algum tipo de cataclisma de proporções Bíblicas. A FEMA, preparou um lote de 1.000.000 caixões e os estocou no estado da Georgia, perto de Atlanta. 



 O EUA estão secretamente financiando construções suspeitas de serem potenciais campos de concentração. Varias dessas estruturas enormes lacradas foram acobertadas pelos EUA. São instalações de segurança maxima construídas com verba da FEMA. Quando questionado, o governo se nega a declarar qualquer coisa sobre as estruturas. Curiosamente, essas estruturas são construídas em locais distantes das grandes cidades. Cada um desses “centros” ou “campos de concentração” como foram apelidados, tem espaço para 40 mil pessoas. Para piorar ainda mais, cada um desses “centros” tem um perímetro de segurança em sua volta. Ou seja, as pessoas das localidades só podem observar à distância. É o mesmo projeto em todos os lugares.
Campos de concentração financiados pela FEMA

Visão aérea da armazenagem de uma pequena parte dos caixões
A FEMA (Federal Emergency Management Agency), Agência Federal de Gerenciamento de Emergência do Governo Norte Americano já tem mais de 1.000.000 caixões de defuntos (para milhão de mortos) estocados perto de Atlanta, na Geórgia, estima-se que sua encomenda à empresa POLYGUARD chegue a 25 milhões de caixões.




Os caixões que estão sendo estocados pela FEMA são receptáculos para cadáveres que podem abrigar até quatro corpos humanos e são fabricados pela empresa norte-americana Polyguard. Sua alta tecnologia garante a integridade por 100 anos, é à prova de água, não poroso, altamente hermético, imune a impactos, possui proteção térmica e impede a contaminação do meio-ambiente. Além de não ser biodegradável e resistentes a todos os polímeros químicos.


Segundo o fabricante - a POLYGUARD - o caixão resiste praticamente à TUDO
É uma coisa meio estranha isso, mas ao que parece, o governo dos EUA está se preparando para um cataclismo de alta proporção. Vamos pensar, para que um investimento desse porte para fins preventivos? Não tem lógica!


Que medida preventiva é essa? Porque desse alto investimento?


Façam as contas, só esse lote inicial, pode abrigar 4 milhões de pessoas, considerando que cada cointêiner de plástico hermeticamente fechado pode conter 4 corpos. Que tipo de ataque dizimaria essa população?? Com o total da encomenda (até agora) seriam então 100 milhões de corpos!


É no mínimo intrigante, concordam?


O que está para acontecer que a humanidade não está sabendo?
Muito estranho… 


Preparação para a derradeira noite dos zumbis? Os EUA sabem e estão se preparando para um ataque nuclear? Invasão Extraterrestre??


Mistério…


PS: Acho que é algo relacionado a zumbis sim...os caixoes são hermeticamente fechados, resistem a tudo, durante 100 anos...acho q isso é pra estocar os infectados , enterrados, e quando acharem a cura, desenterrarem e curá-los.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Hangar 18 - A Origem da Área 51



Nos anos 1950, quando os discos voadores começaram a alcançar extrema popularidade nos Estados Unidos, surgiram os primeiros boatos (céticos incuráveis leiam “Iendas”) sobre o Hangar 18. Era um local supersecreto na base Wrighlt-Paterson, da Força Aérea, em Dayton, Ohio. O armazém nefando guardaria os destroços de vários OVNI’s acidentados ou abatidos pelos americanos. A primeira nave extraterrestre a ser levada para lá teria sido a que caíra em ROSWELL, Novo México, em 1947 - um dos casos mais rumorosos da ufologia mundial. No Hangar 18 também estariam os corpos de alienígenas GREYS resgatados dos destroços.
A existência do lugar foi denunciada no livro Behind the Flying Soucers (Henry Holt and Company, 1950), do jornalista Frank SculIy (não é coincidência, leitor atento: a personagem Dana Scully de ARQUIVO X foi batizada em homenagem a ele). Como era de se esperar, a Força Aérea negou a existência dos destroços extraterrestres, bem como do tal Hangar 18.
Na medida em que as investigações ufológicas se expandiram, o Hangar 18 foi aos poucos substituído pela maior e mais complexa ÁREA 51, base subterrânea mantida por humanos e extraterrestres no deserto de Nevada.

Assista esse excelente documentário do
 History Channel - Arquivos Extraterrestres: Hangar 18


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Vaticano e a Morte de Diana



A Inglaterra era um país católico até que Elizabeth I, filha de Henrique VIII e Ana Bolena assumiu o trono em 1558 e adotou o protestantismo como religião oficial, rompendo com o Vaticano. As potências católicas da época, Portugal e Espanha, tentaram derrubar a rainha “usurpadora”, mas acabaram derrotadas. Tudo isso é história antiga, mas não para nós conspiradores! A guerra entre os Windsor e o Vaticano nunca acabou. Eles estão empenhados numa batalha subterrânea pelo controle do mundo.
Do lado dos Windsor estão alinhados o sistema financeiro internacional, a KGB, a Maçonaria, a Illuminati, as seitas da Nova Era, etc. Do lado do Vaticano estão a Máfia, a CIA, os Cavaleiros de Malta, partidos de direita, grupos ocultistas cristãos, etc.
Diana Spencer, uma descendente da casa dos Stuart (os legítimos herdeiros católicos do trono), era uma agente do Vaticano infiltrada entre os Windsor. Quando foi descoberta, o MI-6 a matou.